[Infográfico] O Guia Completo da Ficha de Anamnese de Micropigmentação

Quando pensamos que a pele é um órgão extremamente sensorial com inúmeros receptores nervosos que detectam os mais variados estímulos e exerce uma quantidade enorme de tarefas sendo imprescindíveis para nossa sobrevivência, fica claro quão delicado é a micropigmentação.

Porém, alguns profissionais ignoram estas informações e eliminam as perguntas essenciais e realizam o procedimento de maneira irracional e intuitiva.

Logo, a ficha de anamnese, documento usado para diagnosticar situações que possam impedir o procedimento e arquivar o estado clínico do cliente, é um dos assuntos polêmicos entre os grupos de micropigmentadores.

Por isto, criamos um infográfico prático para explicar a final qual a real importância da ficha de anamnese para micropigmentação no seu negócio.

BÔNUS: Leia até o final para fazer download da nossa ficha de anamnese ;)

[adinserter block=”1″]

Caso prefira, leia abaixo a versão em texto.

O Guia Completo da Ficha de Anamnese de Micropigmentação

CADASTRO CLIENTE – O cadastro do cliente é a primeira coisa a ser preenchida corretamente na ficha de anamnese de micropigmentação.

Solicite um documento com foto e copie os dados, pois, além de identificar com clareza quem é o seu cliente, servirá de respaldo jurídico.

DOENÇAS – Identificar qual é o estado clínico do seu cliente é a alma da ficha de anamnese de micropigmentação.

Para facilitar, enquadramos cada doença nos seguintes tópicos:

  • Recomenda-se Não Fazer o Procedimento
    • Grávidas ou Lactantes
    • Hemofílicos
    • Depressivos
  • Com Autorização Médica
    • Cirurgia nas pálpebras
    • Prótese Facial
    • Hanseníase
    • Quelóides
    • Câncer
    • Diabetes
    • Hepatite
    • Herpes
    • HIV+
    • Alergia Aguda ou Crônica
    • Doença de Pele Aguda ou Crônica
    • Glaucoma
    • Doenças Cardíacas

Caso a cliente tenha alergia aguda ou crônica deve-se fazer o teste de alergia, pigmentando uma minúscula área atrás da orelha e observando a possível reação durante uma semana.

ATENÇÃO! – AAlguns clientes tomam vasos dilatadores, estes medicamentos expandem os vasos alterando a pressão sanguínea, podendo causar sangramento pronunciado durante o procedimento.

PRODUTOS UTILIZADOS – Para garantir que o pigmento que você utiliza está dentro do prazo de validade, a Agência Nacional de Vigilancia Sanitária (ANVISA) exige que você coloque as seguintes informações do produto na ficha de seu cliente:

  • Pigmento cor
  • Fabricante
  • Data de fabricação
  • Data de abertura do frasco
  • Nome do profissional que realizou o procedimento
  • Nº do lote
  • Nº do registro na anvisa
  • Data de validade

Para finalizar e validar a ficha de anamnese de micropigmentação, o cliente deve assinar igual ao documento com foto que foi apresentado no início.

Caso o procedimento seja feito em um menor de idade, o “Termo de Consentimento Livre e Esclarecido” também deve ser preenchido em duas cópias, uma para anexar a ficha de anamnese e outra para ser entregue ao responsável legal.

Uma cópia do documento de ambos deve ser anexada a ficha.

Seguindo estas orientações você não terá problemas com o seu cliente e ainda estará respaldada legalmente em caso de qualquer eventualidade.