Qual o seu Fototipo de pele?

Fototipo é uma classificação numérica para a coloração da pele em reação à exposição solar. O fototipo é definido pela genética da pessoa e a classificação mais famosa dos fototipos cutâneos é a escala de Fitzpatrick.

Através do desta escala, é possível classificar os indivíduos de acordo com a cor da pele e com a reação ele apresenta quando exposto ao sol, sendo assim, podemos utilizar técnicas de colorimetria para definir qual o melhor pigmento à aquela pessoa e evitar as terríveis sobrancelhas fantasias (roxas, verdes, azuis, laranjas e etc).

Conheça abaixo algumas das características principais de cada fototipo.

Fototipo I

São os pacientes com pele muito clara, cabelos ruivos ou loiros e olhos claros. Podem sofrer queimaduras solares graves muito rapidamente. Nunca se bronzeiam. Esse tipo de pele é muito sensível ao sol.

Fototipo II

Pacientes com pele clara e cabelos loiros ou castanhos claros e olhos claros. Podem sofrer queimaduras solares graves rapidamente. Bronzeiam-se com dificuldade.
 Esse tipo de pele é sensível ao Sol.

Fototipo III

Pacientes com pele clara ou ligeiramente morena. Cabelos castanhos e olhos castanhos. Podem sofrer queimaduras solares moderadas. Bronzeiam-se progressivamente e apresentam sensibilidade normal ao Sol.

Fototipo IV

Pacientes com pele morena ou bronzeada. Cabelos castanhos ou pretos e olhos castanhos ou pretos. Podem sofrer queimaduras solares moderadas e bronzeiam-se com facilidade.
 Possuem sensibilidade normal ao Sol.

Fototipo V

Pacientes com pele morena, cabelos e olhos pretos. Podem sofrer queimaduras solares mais lentamente. Bronzeiam-se muito facilmente.
 São pouco sensíveis ao sol.

Fototipo VI

Pacientes com pele negra, cabelos e olhos pretos. Nunca se queimam mas se bronzeiam profundamente.

Quanto menor o fototipo do paciente, maiores devem ser os cuidados com a pele em relação ao uso do filtro solar e exposição ao sol, já que esses pacientes apresentam uma pele mais sensível as agressões causadas a curto e longo prazo pelo excesso de radiação ultra-violeta.

É aconselhável que as pessoas com fototipos de pele mais baixos (principalmente I e II) tenham maior cuidado ao ir a praia ou ao fazer exercícios físicos ao ar livre, estando sempre indicado o uso diário de filtro solar adequado, com amplo espectro de proteção (contra os raios UVA e UVB) e FPS mais elevado, além do uso de proteção física como bonés, barracas e camisas.

(algumas informações foram retiradas daqui)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?>