Câncer de Mama & Auto Estima

Você sabia que o câncer de mama é o tipo de câncer que mais mata mulheres no Brasil? Entre 2009 e 2014, o número de casos da doença no país aumentou 13,4%, número que representa uma taxa de aumento de mais ou menos 2% ao ano. Ao todo, são 57 mil novos casos de câncer de mama no Brasil a cada ano, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A melhor prevenção ainda é o exame anual, pois quanto antes se descobrir a doença mais chance terá de um bom tratamento com cura.

Essa triste estatística pode ser revertida quanto antes o tratamento começar.

Quando se fala em câncer existe sempre uma dor capaz de nos fazer compreender o problema sem nunca ter passado por ele, o câncer adoece além do paciente também a família, pois existe nessa situação um caminho que não sabemos onde vai dar, cada dia será uma luta em busca da esperança para esperar o tempo passar e o problema desaparecer.

Trabalhando com clientes que sofreram com essa doença aprendemos que a vida tem uma valor especial, essas mulheres têm uma força e uma determinação insuperável. As histórias nos levam as lágrimas quase sempre, o importante é vencer a doença pois há muito o que fazer. Mas quando o tempo passa e a vitória foi alcançada o que elas querem é viver com toda força e intensidade. Então é chegado a hora de recuperar peso, cabelos e a auto estima, que muitas vezes foi embora durante a químico ou radioterapia, junto se foi o nódulo cancerígeno que levou sua mama, o tempo passou houve o reparo cirúrgico daquele órgão extirpado, sim essa doença deixou cicatrizes na alma e no corpo, na alma o tempo irá fortalecer e fazer brotar a vida novamente, no corpo ficou a cicatriz que vai a cada mirada no espelho reavivar a dor.

Pois os seios representam para a mulher a feminilidade, sexualidade e ainda algo sagrado que é a maternidade, aqueles seios que já amamentaram, agora os veem mutilados. A mulher sempre será vaidosa em qualquer momento da sua vida mesmo depois de ter passado por situações complicadas como um câncer , ela sempre vai acordar querendo estar bem, lábios coloridos, cabelos pintados, unhas bem feitas, afinal a essência da mulher é bela. Ficar bela para quem ??? Muitos podem perguntar, a resposta é: ficar bela para estar bela ! Não importa para quem nem para que!

As clientes mastectomizadas têm perfis diferentes, tem aquela que diz não se importar com cicatrizes, ausência de formas perfeitas em seus seios, e ainda dizem que o importante foi sair viva dessa doença, então todo o resto não é importante, passam a ter outros valores. E ainda existe aquela que quer de qualquer forma voltar a se sentir bonita a se sentir desejada e resgatar a autoestima.

Como é bom fazer parte desse resgate, ajudando as mulheres voltarem a se olhar no espelho e sentir-se bem, felizes e confiantes. Como é bom ter uma profissão que possibilita fazer um trabalho que fará tanto bem ao próximo. Onde seu pagamento será um abraço forte; e nesse momento você chora junto com a cliente. Essa emoção é única, não conseguiria mensurar o valor desse momento.

A mãos habilidosas dos profissionais de micropigmentação vem através de técnicas especiais ajudando mulheres mastectomizadas a aumentar sua autoestima com a reconstrução do complexo aureolo mamilar, que na sua grande maioria é perdido na hora da cirurgia. A técnica confere um desenho similar a aréolas e o mamilo, com técnicas de luz e sombra que resulta em um belo desenho com projeção em 3Ds, o procedimento é feito com pigmentos que se assemelham a cor da pele e com agulhas que promovem o implante intradérmico. O profissional deve ter conhecimento sobre anatomia e domínio das técnicas para que o resultado seja perfeito, o procedimento é feito mediante alta médica ou seja quando a paciente está recuperada e livre da doença, quando a cicatriz já passou pelo processo de maturação e já está com a cor esbranquiçada; é importantes na hora da avaliação saber sobre todo o histórico da paciente através de uma ficha de anamnese e em casos de dúvidas consultar o médico da cliente, que irá auxiliar de forma segura.

É de suma importância essa relação do médico com o profissional de MIcropigmentação para que a saúde emocional e física da cliente seja um objetivo em comum.

A cliente mastectomizada pede uma avaliação muito particular, diferente da cliente que nos chega em busca de beleza estética, essa nos chega com o emocional bastante fragilizado e uma boa conversa entre amigas fará que ela abandone os medos e passe a confiar em você e no seu trabalho.

Trabalhando a anos com esse procedimento, aconselho que todo profissional seja tatuador ou micropigmentador tenha uma boa parceria com médicos, para que o próprio médico encaminhe essa paciente para nós. Pois o que o médico trata e corta e nós podemos bordar as cicatrizes com arte.

Aconselho que o horário para essa cliente seja diferente e separado das demais clientes pois muitas não querem compartilhar esse assunto preferindo ser atendida com mais discrição.

Nós micropigmentadores escolhemos o mês de outubro para nos unirmos pelo Brasil todo fazendo um mutirão nos hospitais para restaurar mamas e sobrancelhas, pois os pelos caem em razão da rádio e quimioterapia. O outubro rosa tem sido um momento de integração médico, micropigmentação e paciente com um único objetivo que é o bem estar da mulher.

O câncer pode sim ser uma doença que nos causa pânico, mas é muito importante saber que podemos estar juntos para ajudar alguém a se sentir melhor, devolvendo a autoestima e o sorriso no rosto antes tomado pelo medo. Que o outubro de 2017 tenhamos mais profissionais abraçando essa causa e mais mulheres felizes.

Abaixo uma ilustração para a compreensão das cirurgias:

Quadrantectomia – Cirurgia para câncer de mama

Na quadrantectomia o cirurgião remove somente o câncer e algum tecido normal ao redor dele. Esse tipo de cirurgia mantém a mama muito parecida como estava antes. Depois da quadrantectomia a maioria das mulheres também passa por radioterapia. Esse tipo de tratamento é muito importante porque pode impedir o câncer de retornar na mesma mama. Algumas mulheres também precisarão de quimioterapia e terapia hormonal.

Untitled

Mastectomia radical modificada consiste na retirada da glândula mamária e na linfadenectomia axilar, com preservação de um ou de ambos os músculos peitorais. Quando ocorre apenas a preservação do músculo grande peitoral, é denominada mastectomia radical modificada Patey.

Untitled1

Conhecendo as possibilidades da micropigmetação pôs mastectomia.

Untitled2
Untitled3

ELIANA GIARETTA NO OUTUBRO ROSA 2016 EM PIRACICABA

Betinha
2Z9A4251