Eliana Giaretta

Vitiligo, tem tratamento?

O que é Vitiligo?

O vitiligo é uma doença autoimune que promove a destruição pelo próprio organismo dos melanócitos, células responsáveis pela produção do pigmento melanina.

“O processo de vitiligo pode ser repentino e estar ligado ao emocional, mas não é a sua causa. O estresse desencadeia a doença em pessoas com predisposição genética”, esclarece a esteticista e cosmetóloga Elizabeth Mesquita , da Academia Brasileira de Micropigmentação.

Tem cura ou tratamento?

Existem métodos terapêuticos que têm demonstrado eficácia, assim como na micropigmentação, que é utilizada no vitiligo para camuflar pequenas áreas, disfarçando a diferença de tom de pele.

Para a camuflagem gerar bons resultados, o paciente tem que estar com as lesões estabilizadas por seis meses e suspender o medicamento para controle da doença pelo menos 30 dias antes de se submeter ao procedimento de micropigmentação. Os resultados são visiveis já na primeira aplicação.

O vitiligo não é contagioso, ocorre com mais frequência em pessoas jovens e não atinge nenhum órgão interno, porém, é devastador no aspecto psicológico e social.

Sua causa não é totalmente esclarecida, mas existem teorias variadas. Independente da origem, os médicos que lidam com essa doença tem a percepção nítida da sua relação com aspectos emocionais. Vários doentes que apresentam vitiligo relatam o aparecimento das primeiras manchas após traumas emocionais significativos. Há ainda uma relação direta entre o estresse e o aumento de número de manchas na pele, pois, em épocas tranqüilas o vitiligo se apresenta controlado e sem manchas novas; após períodos conturbados, as manchas começas a progredir assustadoramente.

Dicas

  1. Evite usar vestuário apertado. Roupa e calçado apertado produz atritos desnecessários. O atrito poderá produzir pequenos graus de inflamação podendo ser o suficiente para desencadear a Vitiligo em outras áreas do corpo.
  2. Se você pratica esportes que exigem cobrir a cabeça, tome muito cuidado, pois o atrito do equipamento para proteção com a cabeça pode desencadear a vitiligo ao redor das protuberâncias ósseas da face.
  3. Se o Vitiligo começar a desenvolver-se nas mãos ou perto das articulações dos pés é possível que a causa do seu aparecimento seja um excesso de estresse. Se conhece as causas desse estresse, deverá começar por tentar reduzi-lo.
  4. Se o estresse não for eliminado ou reduzido, a Vitiligo continuará a desenvolver-se e certamente piorará. A Vitiligo funciona aqui como uma espécie de medidor do seu estado geral de estresse. Alturas de elevado estresse pioram o estado da Vitiligo.
  5. Outra das causas do agravamento do Vitiligo são as alergias na pele. Trabalhar ou permanecer durante longos períodos de tempo em locais e ambientes poluídos poderão piorar a doença. Neste caso, tenha atenção especial à roupa que usam preferindo mangas compridas. Se o seu local de trabalho for demasiado poluído será importante pensar em mudar de trabalho.

Não deixe de agendar uma avaliação, converse com a profissional, tire suas dúvidas e melhore sua autoestima.

Estamos te aguardando.

Eliana Giaretta

Sócia proprietária da Academia Brasileira de Micropigmentação, escola com metodologia de ensino Européia para formação de técnicos com excelência em micropigmentação. Representante comercial da Electrik Ink e desenvolvedora das cores para a marca e autora do livro "Dermopigmentação - Arte e Responsabilidade"
error: